Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

Já imaginou uma era onde a tecnologia torna lugares mais eficientes e seguros, melhorando a qualidade de vida da população? Esse processo está acontecendo e se chama smart cities – as cidades inteligentes. Acompanhe essa tendência mundial no infográfico de hoje.

Continue lendo


Procure por perfis de presidentes e vários tipos aparecerão: o pragmático focado nos números, o estrategista visionário, o rea­lizador mão na massa, e por aí vai. A marca britânica de luxo Burberry escolheu o criativo.

Estilista de carreira, Christopher Bailey, que assumiu o cargo no fim de abril, transformou a Burberry, que era uma grife envelhecida, numa líder no ambiente digital, à frente de Unilever e KLM no Social Media Index Britânico. Continue lendo


Lançamento da Microsoft para esta quarta traz retorno de funcionalidades, plataforma unificada e mais algumas novidades

 

Na próxima quarta-feira (29), a Microsoft traz suas primeiras atualizações do mais famoso sistema operacional de todo o mundo. Usuários cadastrados poderão instalar em suas máquinas o aguardado Windows 10! Então, o que devemos esperar da nova versão do sistema? Continue lendo


Confira o novo infográfico da série de artigos de TI para profissionais de marketing

 

Dando sequência à série de materiais tratando da importância da tecnologia da informação para profissionais de marketing (confira em “Por que profissionais de marketing devem aprender TI?“, “Chief Digital Officer, o CDO” e “Modelo de negócio digital e o ‘Salva-Vidas’ do MIT CISR“), a IInterativa traz uma análise sobre a camada mais volumosa do Salva-Vidas Digital do MIT. Nela, são avaliados formatos para engajar o público no ambiente da web, observando a infraestrutura mais correta para atingir o objetivo. Saiba mais: Continue lendo


Em 1994, foi colocada no ar a De Digitale Stad (DDS) ou Cidade Digital de Amsterdã. O experimento tinha como objetivo estabelecer um diálogo entre a comunidade conectada em rede e o conselho municipal da cidade. Interessante que a DDS possuía as mesmas estruturas de uma cidade, isto é, cafés, praças, residências e claro, por se tratar de Amsterdã, um sex-shop. Em seis anos, a DDS já possuía mais de 140 mil “habitantes” que organizavam protestos, emitiam suas opiniões e votavam em propostas. Mais de 20 anos se passaram e, hoje, podemos exercer nossa liberdade de expressão por meio das redes sociais, de forma transparente e sem censura. Continue lendo