Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

Um dia, durante uma caminhada por Buenos Aires, nesses momentos de descanso em que se tem tempo de reparar na cidade ao redor, notei que ninguém sorria. Quando chamei a atenção do amigo que me acompanhava no passeio, ele também ficou surpreso. Faça esse exercício e provavelmente o resultado será semelhante. Quase ninguém está sorrindo.

Radical e contestador, o documentário brasileiro Tarja Branca afirma: “A máquina da sociedade, organizada do jeito que está, precisa que uma fatia considerável das pessoas tenha de fazer coisas que não goste durante 8 horas por dia para que o mundo funcione”. Continue lendo