Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

De acordo com o TSE, dia 26 de outubro seria o último dia da eleição presidencial no Brasil. Esqueceram das redes sociais. Após uma eleição repleta de polêmicas, debates calorosos e intenso uso das redes sociais pelos candidatos, as redes sociais ainda fervilham. O que estamos vendo é uma “teoria da cauda longa” aplicada ao processo eleitoral.

“O debate realizado entre os presidenciáveis no dia 19 de outubro gerou 820 mil tweets ao longo das duas horas de programa.”

No Brasil, o número de pessoas que usam o Facebook todos os meses chegou a 89 milhões entre abril e junho deste ano. No Twitter, são 41,2 milhões de brasileiros com um crescimento de mais de 23% a partir do início deste ano. Continue lendo


“Os membros da sociedade de consumidores são eles próprios mercadorias de consumo, e é a qualidade de ser uma mercadoria de consumo que os torna membros autênticos dessa sociedade”. Zigmunt Bauman (Sociólogo – 1925 – )

O onipresente Facebook, para sobreviver e maximizar o lucro de seus acionistas, adotou um modelo de negócios baseado em publicidade, mas não um modelo qualquer. Imagine que o Facebook possui algoritmos capazes de contextualizar banners de acordo com seu perfil, posts e atividades (por exemplo, curtidas). Em outras palavras, este seu “eu digital”, que de certa forma define quem você é, não passa de um produto para o Facebook. Continue lendo


“As pessoas pobres e analfabetas do planeta estão numa crescente desvantagem e correm o risco de serem deixadas para trás. A web adicionou uma nova dimensão no gap entre países do primeiro mundo e os que estão em desenvolvimento. Nós precisamos começar a pensar no direito de se conectar.”  

Tim Berners-Lee  (físico e cientista computacional, criador da WWW, 1955-)

Entre os serviços públicos que nosso governo deveria prover para os cidadãos deveria estar o acesso à internet Wi-Fi, gratuita, para todos. Muita gente ficou contrariada com o fato de que metade dos estádios da copa não vai oferecer acesso à internet, mas a questão é bem mais séria. Continue lendo


Duas das maiores redes sociais fizeram recentemente mudanças em seu layout. O Twitter ficou mais parecido com uma fanpage, o Facebook fez alguns ajustes aqui e ali. Se fossem pessoas, eu diria que foi uma aplicação de botox, uma plástica para corrigir linhas de expressão ou algo parecido. Facebook fez 10 anos, Twitter 8 e ambas as redes começam a dar sinais de cansaço. De fato, Facebook e Twitter estão enfrentando dois fenômenos aparentemente contraditórios, mas intimamente relacionados: inatividade e migração. Continue lendo