Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

Infográfico – Mulheres na tecnologia

A área de tecnologia já foi majoritariamente feminina – um cenário distante do que conhecemos hoje, em que mulheres sofrem com inúmeras formas de desigualdade. O que causou este cenário e, ainda mais importante, o que está sendo feito para mudá-lo?

Neste infográfico – feito pelas mulheres da Infobase Interativa – você confere a história da tecnologia pelo olhar feminino!

 

Infográfico – Mulheres na tecnologia

Apesar de grandes nomes femininos serem destaque na evolução tecnológica, hoje a porcentagem de mulheres nesse mercado ainda é relativamente baixa. Entenda essa história no infográfico!

RETRATOS DA HISTÓRIA

No início, a computação estava associada à matemática e tarefas ligadas a profissão de secretária, vistas como femininas.

  • 70% dos alunos de Ciências da Computação no IME-USP eram mulheres em 1974
  • 36% dos profissionais de computação eram mulheres até meados de 1980

MUDANÇA DE RUMO

Entre os anos 90 e 2000, o cenário muda: a área de TI e computação passa a ser divulgada e entendida como masculina.

  • 3% das mulheres no Reino Unido elegeram uma carreira em tecnologia como sua primeira opção
  • 18% dos formados em ciência da computação no Brasil, atualmente, são mulheres
  • 25% das pessoas que trabalham em TI no Brasil, são mulheres
  • 30% é a diferença salarial entre homens e mulheres na área de TI
  • 78% dos estudantes não sabem citar uma mulher que trabalhe nessa área

MULHERES QUE FIZERAM A DIFERENÇA

  • Ada Lovelace – considerada a primeira programadora, criou o primeiro algoritmo processado por uma máquina.
  • Hedy Lamarr – com George Antheil, criou o sistema que facilitou o desenvolvimento do Wi-Fi, Bluetooth e GPS.
  • Grace Hopper – almirante da Marinha dos EUA, criou o primeiro software de computador.
  • Katie Bouman – liderou a criação do algoritmo que gerou a primeira imagem de um buraco negro.

INICIATIVAS EMPRESARIAIS

  • Reprograma – Empresa com iniciativa de diminuir o gap entre homens e mulheres na área de tecnologia
  • Microsoft Mulheres na Tecnologia – Instituição que visa alavancar o crescimento feminino na área
  • Progra(m)aria – Busca mudar o número de mulheres presentes no mercado tecnológico

CAMINHO PARA A MUDANÇA

Hoje, 1 em cada 3 meninas da geração Z aprendem a programar antes dos 16 anos. Conquistas como essa mostram o empenho de empresas e outras organizações para transformar um cenário desigual ao investir no futuro de mulheres mundo afora.

FONTES: BBC, Correio Braziliense, CTRL Play, Exame, HackerRank, Meu Positivo, Mulheres em Tecnologia, The Guardian, Proga(m)aria, PwC, Reprograma

Comentários no Facebook