Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

Infográfico – Marketing de Nostalgia

2019 foi o ano da nostalgia: vimos o retorno de bandas, filmes e outros produtos que marcaram toda uma geração. O marketing também apostou nesta tendência e incorporou o retrô em suas estratégias – como é o caso da Disney, que investiu em remakes live-action de seus filmes clássicos.

Em nosso infográfico, você confere todos os detalhes da tática de marketing de nostalgia.

Infográfico – Marketing de Nostalgia

O marketing tem apostado na nostalgia para dialogar com os desejos, as memórias e os sentimentos dos consumidores. Entenda como essa estratégia pode impactar marcas e empresas!

DEFINIÇÃO

Estratégia que usa elementos do passado para criar um sentimento positivo e único nos consumidores, causando respostas emocionais a partir das campanhas.

CONSUMO E EMOÇÕES

  • 30% das campanhas com conteúdo puramente emocional tiveram melhor performance com o público
  • Apenas 16% daquelas com conteúdo racional ou combinado foram bem recebidas

A alegria estimula a vontade de compartilhar, o que impacta diretamente comportamentos no digital – como a escolha de posts para o Instagram.

O MERCADO DA NOSTALGIA

  • R$ 18 bilhões em vendas de produtos licenciados – de marcas já queridas pelo público – apenas em 2016
  • 30% do segmento é voltado para adultos, em especial os millennials

A probabilidade de pagar mais caro por um produto é maior quando estamos nos sentindo nostálgicos

CASE DE SUCESSO: DISNEY

  • 2010: início da estratégia de remakes de filmes clássicos
  • US$ 7 bilhões de lucro com os lançamentos desde 2010
  • 1/3 dos filmes teve desempenho melhor do que os originais
  • 13 remakes já anunciados para os próximos anos
  • 2020: lançamento de Cruella (101 Dálmatas) e Mulan

“Se há uma maneira de se reconectar com o que esses personagens significam para as pessoas, com o melhor do talento e da tecnologia, pode ser algo emocionante” – Sean Bailey, Presidente de Produções Disney

FAVORITOS DE BILHETERIA

  • O Rei Leão (2019) – US$ 1,65 bilhão
  • A Bela e a Fera (2017) – US$ 1,26 bilhão
  • Aladdin (2019) – US$ 1,05 bilhão
  • Alice no País das Maravilhas (2010) – US$ 1,02 bilhão
  • Mogli, o Menino Lobo (2016) – US$ 966 milhões

NOSTALGIA NA PRÁTICA

Em tempos de grande concorrência e muitos estímulos, se conectar com o público é fundamental. Uma estratégia pautada na nostalgia é, portanto, uma oportunidade de dialogar com a história e, principalmente, os sentimentos dos consumidores. Dessa forma, o impacto emocional traz mais disposição para comprar e interagir com as marcas.

Fontes: Associação Brasileira de Licenciamento (Abral), Box Office Mojo, Buffer, CNBC, E! Online, Journal of Consumer Science, Search Engine Journal, Veja.

Comentários no Facebook