Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

6 erros de redação de SEO que estão destruindo a sua credibilidade

Hoje em dia, todos querem trabalhar como freelancer e ter seu próprio negócio.

O problema é que as pessoas que não têm habilidade comercial, mas têm um computador e acesso à internet, decidem que serão redatores.

Tudo que você precisa fazer é colocar algumas palavras juntas para fazer uma frase, juntá-las para fazer um parágrafo e juntá-los para fazer uma página inteira de palavras que façam algum tipo de sentido.

Isso é fácil e qualquer idiota poderia fazer isso, certo?

 Continue lendoErrado!!

Ser um profissional de SEO não é apenas juntar palavras, é saber encontrar as palavras certas para o que você precisa.

Portanto, se você realmente quer se tornar um especialista em SEO, aqui estão alguns erros simples que você deve evitar a todo o custo!

1. Não fazer a sua pesquisa

Not doing yout research

Antes de colocar a caneta no papel, ou os dedos no teclado, é fundamental que você tenha feito muita pesquisa, tanto quanto possível, e que saiba o máximo possível sobre o que está pensando em escrever.

Agora, isso não significa que você precise ser um perito no assunto. O que você precisa é conseguir escrever algo sobre o tema. Isso significa que você precisa entender o que vai dizer – porque, se você não compreender a si mesmo, como é que alguém vai te entender?

Isto é especialmente importante se você estiver escrevendo qualquer coisa que use algum tipo de jargão técnico, porque um especialista saberá que você não tem nenhuma ideia do que está falando.

O que você deveria fazer:
  • Pesquise tudo antes mesmo de começar a escrever
  • Não confie em uma única fonte para todas as suas pesquisas
  • Não pare de pesquisar até você entender o que você está escrevendo, para quem você está escrevendo e cada fato que está você acrescentando.
 2. Acreditar que sua verificação ortográfica é muito eficiente.

Spelling Check

Muitos redatores inexperientes acreditam no poder da sua verificação ortográfica, mas o fato de o corretor ortográfico não marcar uma palavra como incorreta não significa que a ortografia esteja correta!

A maioria dos programas de processamento de texto também tem uma verificação gramatical,  e eles usam um algoritmo para encontrar e marcar os erros. E quando o computador detecta o que está errado e o que está correto – ele está errado muitas vezes.

As pessoas gostam de tirar sarro dos “neuróticos gramaticais”, mas ¾ dos usuários da web prestam atenção à ortografia e à gramática de um site, e mais de 50% deles vão evitar fazer negócios com uma empresa que comete erros óbvios de  ortografia e de gramática!

 O que você deveria fazer
  • Nunca suponha que o seu corretor ortográfico vai pegar todos os erros de ortografia e gramática, ou que ele está sempre certo.
  • Se você não tiver certeza sobre a ortografia de uma palavra, preocupe-se em verificá-la
  • Revise o que você escreveu; em seguida, faça uma pausa e leia novamente! – E, depois, outra vez.
 3. Complicar tudo que escrever

Complicar tudo que escreve

Outra coisa que me deixa louco? O hábito dos chamados escritores de usar palavras grandes, extravagantes e de encontrar maneiras mais complicadas de se expressar, mesmo quando eles poderiam usar uma linguagem clara e simples! A principal razão? Eles estão tentando convencer a todos de que eles são escritores e que são muito inteligentes!

Mas, no final das contas, só o que você faz é confundir as pessoas e, ironicamente, quanto mais palavras difíceis você usar, menos inteligente o leitor comum vai pensar que você é.

O que você deveria fazer:
  • Se você não diria uma palavra quando você está conversando com um amigo, então não a escreva
  • Aplicar o princípio KISS (Keep It Simple Stupid, ou “Mantenha isso simples, estúpido”)
  • Evite o uso de palavras que outras pessoas possam não entender, mesmo que você entenda.
4. Forçar as suas opiniões como fatos

Forçar sua opinião

Não me importa o quão perito você seja sobre assunto o qual está escrevendo, a menos que você possa prová-lo com fatos verificáveis, não deixa de ser apenas uma opinião. E, mesmo assim, as pessoas podem ter os mesmos fatos exatos e ainda ter opiniões diferentes!

Portanto, evite apresentar suas opiniões como fatos duros frios, porque as pessoas podem pensar que você está forçando a sua opinião sobre elas – mesmo quando você tem fatos para provar o que você tem a dizer. Eu não sei sobre você, mas eu evito qualquer um que tente me empurrar a opinião pela garganta!

Melhor também que seus fatos sejam precisos, porque eu posso garantir que alguns, se não todos os seus leitores, vão vê-los! Se eles estão errados, existem pessoas que irão apontar isso e não vai demorar muito para que a sua credibilidade seja destruída.

 O que você deveria fazer:

  • Certifique-se de que você tem fatos que sustentem suas opiniões.
  • Seja claro quando algo for opinião ou fato.
  • Liste suas fontes quando você usar fatos.
 5.Usar as palavras-chave como a pontuação

Pontuação

Quando você está escrevendo conteúdo que será utilizado on-line, você faria qualquer coisa para encontrar a fórmula ideal que irá garantir que o que você tenha escrito sempre acabe na primeira página do Google – ou em quaisquer outros sites de busca que os seus leitores possam usar!

 E enquanto usar palavras-chave é uma parte importante para ajudar a boa classificação de seu conteúdo nos resultados de busca orgânica, tentar manipular sua posição enchendo seu texto de palavras-chave desnecessárias não estará contribuindo para o seu trabalho, e pode realmente prejudicar seus rankings!

Você quer atrair visitantes para o seu site, mas você quer alguém que chegue ao seu site para ficar lá. O uso exagerado de palavras-chave como uma tática de SEO muitas vezes soa como um monte de jargão  – o que só fará com que todos os visitantes saiam de lá! Se você quiser obter uma melhor otimização dos recursos de busca, você pode começar fazendo uma pesquisa sobre o tema, por exemplo, olhando para a literatura profissional em Kohl.

 O que você deveria fazer:
  • A qualidade do seu conteúdo é mais importante do que quantas vezes você usa uma palavra-chave.
  • Certifique-se de que suas palavras-chave fluam naturalmente com o resto do seu texto, focando no tema.
  • Verifique o quão eficaz é o uso de palavras-chave por meio de um plugin de SEO ou por outro software.
6. Não ser claro sobre o que você está dizendo

Not being clear

Eu não posso te dizer quantas vezes eu tenho lido ou ouvido alguma coisa e, em seguida, passar vários minutos tentando descobrir o que exatamente uma frase significa, antes de finalmente me sentir frustrado e desistir, para tentar  encontrar o que eu preciso em outros lugares.

 Às vezes, isso ocorre porque o editor realmente não compreende a palavra que usou, ou porque acidentalmente a palavra certa tenha sido colocada no lugar errado – mudando, assim, o sentido de toda a frase!

Outras vezes, é porque alguém pode não estar escrevendo em sua língua nativa. Eles sabem o que querem dizer e, talvez, sejam realmente brilhantes em sua língua nativa, mas não são bilíngües como gostariam de ser.

 O que você deveria fazer:

  • Certifique-se de que sabe exatamente o significado que cada palavra que você está usando.
  • Evite confusão certificando-se de que a sua gramática esteja perfeita.
  • Se não tiver certeza de que seu significado está claro, em seguida, altere a palavra ou a frase até que esteja perfeita.
Concluindo os pensamentos

Caso você tenha demorado mais de uma semana para redigir o texto, então você sabe que não é tão fácil como você pensou que seria, e que é muito mais fácil de errar do que obtê-lo corretamente. Na verdade, há um monte de outros erros de redação que eu nem sequer mencionei!

Mas se você está determinado a se transformar em um escritor, seguir uma carreira séria, e realmente se tornar o melhor escritor – então não pare de escrever e não pare de pedir feedback sobre a sua escrita!

Uma última pergunta – Quais erros embaraçosos de edição você tem visto ultimamente?

 


Jeff Bullas (20 Posts)

Jeff Bullas é formado em Comércio e Economia pela Avondale College. É consultor, instrutor, mentor e palestrante e trabalha com empresas e executivos para otimizar suas presenças online por meio do uso de canais de mídia social e outras tecnologias web e móveis.



Comentários no Facebook