Ideias. Colaboração. Tecnologia.
+55 21 2224-4525
IInterativa

5 Mitos sobre Facebook Ads que estão matando seus lucros

* Jay Pitkänen

“Impulsione este post para obter melhores resultados!”

O Facebook lhe persegue com esta mensagem supostamente importante.

Você desdenha. Por que alguém iria pagar para impulsionar suas mensagens?

Você pode até concordar com a insistência do Facebook e desembolsar os US$ 5 necessários, e o que acontece? O Facebook se torna ainda mais irritante, agora o bombardeando com mensagens confusas sobre as opções de redirecionamento.

Anúncios do Facebook? Ah! Isso é apenas uma moda passageira da Internet que em breve será superada.

É assim que os mitos começam.

Os anúncios do Facebook são uma plataforma poderosa com um potencial incrível, além de complexa e cercada por mitos e equívocos.

Deixe-me mostrar como ver o passado desses mitos e revelar o poder real da publicidade no Facebook.

O poder de alcançar uma quantidade pequena de pessoas.

O Facebook não custa nada, mas está longe de ser de graça.

Esta ferramenta poderosa para busca de pessoas fica lá, silenciosamente recolhendo cada detalhe de sua vida e das vidas dos seus amigos, armazenando tudo como dados pesquisáveis para os anunciantes.

Embora isso ainda possa soar como algo pelo qual até George Orwell perderia o sono, ainda é um cenário de sonho para todo comerciante. Imagine atingir qualquer pessoa que você considere um alvo: sem dinheiro em anúncios irrelevantes para as pessoas erradas.

A plataforma Facebook Ad, com seus amplos, poderosos e complexos recursos de segmentação, é difícil mesmo para o profissional mais experiente de marketing. Muitos se contentam em simplesmente arranhar a superfície e aceitar os resultados que recebem.

Essa variação de experiências dos usuários levou a ideias diferentes sobre o que Facebook Ad é e não é.

Mito #1 – É muito caro!

É muito caro

Não temos problema em comprar o MacBook mais recente para o trabalho, ou o plug-in de última geração para o WordPress. Teremos prazer em pagar por um serviço de página de destino (landing page) ou hospedagem de domínio ou, ainda, contratar alguém para nos ajudar a criar uma imagem.

No entanto, gastar dinheiro em publicidade? Não. A maioria de nós prefere suar bastante em posts convidados (sim, culpado) e outras formas de promoção gratuita antes mesmo de olhar para a publicidade paga.

Vamos falar sobre isso:

  • Você pode se permitir NÃO anunciar?

Talvez você deva poupar seu dinheiro e continuar fazendo a promoção gratuita.

Isto era como eu pensava. Então, peguei minha calculadora.

Um post de hospedagem médio leva 20 horas para escrever. Em média, isso traz 100 assinantes. Digamos que meu tempo valha $ 10/h. Opa, estou pagando $ 2 por assinante. Mesmo assim, estou arriscando que ninguém se interesse e desperdicei meu tempo.

Mary Fernandez, a autoproclamada blogaholic, usou a publicidade do Facebook para aumentar sua lista de assinantes. Ela ganhou 532 assinantes em 43 dias, gastando um total de $ 227,05.

Isso é $ 0,43 por assinante. E você ainda pode escrever, ao mesmo tempo, posts para usuários.

E quanto às vendas?

Na Thrive Themes, tivemos um enorme ROI (retorno sobre investimento) de 900% nos anúncios do Facebook durante um período de 11 meses. Isso é $ 9 para cada $ 1 gasto.

Retornos como esse, entretanto, são difíceis de alcançar e exigem muita experimentação, mas isso mostra que os anúncios do Facebook podem ser extremamente lucrativos. A questão é: você pode se dar ao luxo de não gastar dinheiro em publicidade?

  • Orçamento mínimo absoluto para uma campanha de anúncios do Facebook:

O orçamento diário mínimo absoluto com base nos preços do Facebook é de $ 2 / dia ou $ 5 / dia para lances manuais. Isso é $ 60-150 / mês em publicidade. Quase mais do que sua conta de internet.

Certamente, é o orçamento mínimo absoluto e, provavelmente, não trará resultados importantes. Mas para alguém com um orçamento de publicidade mínimo, qualquer resultado positivo é bem-vindo.

O orçamento mínimo para sua campanha depende do objetivo da campanha, mas é seguro dizer que a publicidade no Facebook não requer um orçamento expressivo para começar.

Mito # 2 – Útil, mas não vai funcionar para o meu negócio

Não vai funcionar para o meu negócio

Os anúncios do Facebook não funcionarão para o SEU negócio por causa de uma das seguintes razões:

  • Só as empresas B2C anunciam no Facebook.
  • Apenas empresas de mídia divertidas anunciam no Facebook.
  • É apenas para impulsionar posts, coletar likes e aumentar a notoriedade da marca.
  • Seu produto não é digital.
  • Você não quer incomodar as pessoas enquanto elas estiverem navegando no Facebook.
  • Etc…

Se razões como estas estão impedindo você de mergulhar o pé na piscina da publicidade do Facebook, você pode estar olhando completamente para trás.

A coisa maravilhosa sobre Facebook é que ele consiste em pessoas reais. Cada conta, exceto por uma pequena porcentagem de contas falsas, é uma pessoa real. As pessoas reais estão interessadas, geralmente, em uma variedade de coisas diferentes, inclusive o seu negócio.

 1,65 bilhões de pessoas têm uma conta no Facebook. Isso significa que um membro de sua audiência potencial está navegando no Facebook neste exato momento e você está perdendo uma oportunidade de chegar a ele.

Resumindo: Se a sua empresa fornece um benefício ao seu público-alvo, o Facebook Ads fornecerá um benefício para o seu negócio. Seja em leads, assinantes ou vendas.

Mito # 3 – Preciso de uma audiência enorme

Audiência enorme

Se você já ouviu o mito de que os anúncios do Facebook são apenas bons para coletar “likes”, você já ouviu o equívoco que se segue: você precisa de uma audiência enorme para obter resultados verdadeiros da publicidade no Facebook.

A grande coisa sobre o Facebook é que você já tem um potencial enorme de alcance. O Facebook vai expor seu anúncio a qualquer um de seus 1,65 bilhões de usuários. Tudo que você precisa fazer é dizer ao Facebook que tipo de pessoa você deseja alcançar.

Construa um público-alvo a partir do zero

Você pode criar um grupo-alvo preciso para seus anúncios rapidamente, a partir de absolutamente nada. Tudo o que você precisa fazer é especificar o tipo de pessoa que você deseja alcançar e o Facebook fará o resto.

Veja como:

  • Localize páginas focadas no seu interesse selecionado usando a função de pesquisa do Facebook.
  • Use este “hack” legal para encontrar grupos mais relevantes para restringir ainda mais sua pesquisa.
  • Faça um perfil do tipo de pessoa envolvida nesses grupos.
  •  Usando esse perfil, crie seu primeiro público-alvo.

Boom – audiência a partir do nada.

Expandir um público existente

Se você já tem um grupo de seguidores engajados na forma de um mailing list, pode transformar isso em um público-alvo personalizado para o Facebook. O Facebook pode então expandir isso com o Função Público Similar (Lookalike Audience).

Veja o que fazer:

  • Importe seu mailing list para o Facebook criar um público-alvo personalizado.
  • Crie um Público Similar (Lookalike Audience) com base no seu público-alvo personalizado.
  • Se você não tem um mailing list, mas ainda tem uma quantidade razoável de tráfego no seu site, você pode:

– Instalar um pixel rastreador do Facebook em sua página para identificar e registrar visitantes.

 – Usar os dados gravados pelo rastreador para criar um Público Similar.

 É útil se você já tem uma grande lista de assinantes, mas você pode usar ferramentas fornecidas pelo Facebook para construir uma audiência do nada e ainda assim ser bem sucedido.

 

Mito # 4 – Preciso de imagens de qualidade profissional

Imagens de Qualidade

Seu anúncio no Facebook precisa de uma imagem, isso é verdade. Para ter sucesso, ela precisa ser:

  • Visualmente atraente
  • Capaz de prender a atenção

Só isso.

Claro que isso ajuda a ser relevante para a sua oferta, mas isso não é, de modo algum, um requisito.

Na Thrive Themes, estamos sempre tentando otimizar e aumentar o nosso ROI de anúncios do Facebook. Isso significa ir a alguns extremos nas escolhas de imagens.

Uma fotografia comum. Note o lindo bebê refletindo e olhando. Seus olhos são automaticamente atraídos para o canto com a sensação de estar pronto para aprender.

Usando o humor e um estilo de gráficos interessante, essa imagem traz uma mensagem e se destaca da multidão.

Um design colorido de marca profissional, construído por nossa equipe de designers. Sua atenção é atraída para o logotipo do produto no centro da imagem.

 Usando semelhantes cópias e públicos-alvos, qual você acha que trouxe um ROI positivo? (Resposta abaixo)

Como Sketchdesk concluiu em seu estudo de caso mythbuster (caçador de mitos) sobre as imagens do Facebook, as pessoas respondem às imagens de forma surpreendente, muitas vezes contra-intuitivas. A Associação Americana de Marketing (AMA) foi rápida em criticar o estudo de caso do Sketchdesk como inconclusivo e sem dados de segmentação.

Sketchdesk e AMA concordam em uma coisa: você deve testar imagens diferentes. É a única maneira de saber realmente a que seu público responde.

Portanto, não se preocupe se você não é um designer profissional ou um fotógrafo de estúdio. Se você quiser criar algo do zero, a Adespresso tem um ótimo guia sobre como usar o ‘Canva’ para criar incríveis imagens de anúncios no Facebook.

Aqui estão algumas ideias de imagem que você pode facilmente fazer:

  • Fundo colorido simples com um ícone nele
  • Foto de arquivo
  • Captura de tela
  • Foto de cenário

Em seguida, teste. Teste duas ou três imagens no mesmo anúncio. Você pode se surpreender com o resultado.

Se você está travado procurando imagens, aqui estão alguns bons sites com imagens gratuitas ou baratas:

Se você quiser editar uma imagem rapidamente, experimente estes sites:

Em suma: contanto que você tenha uma imagem que seja visualmente atraente e chamativa, você está pronto para ir adiante. Não fique preso à ideia de que a imagem tem que ser perfeita.

Resposta: Todas as três imagens trouxeram um ROI positivo após o teste.

Mito # 5 – Os anúncios do Facebook são ignorados porque são irritantes

Anúncias são irritantes

Lembra quando os anúncios de banner eram motivo de raiva? Sim, eram chamativos e irritantes, informando sobre o iPhone ou prêmio de milhões de dólares que você ganhou. Você não os vê mais. Quero dizer, você literalmente não os vê mais.

Esse terrível formato de anúncio era tão irritante que as pessoas ficaram cegas para ele.

Irrelevância torna um anúncio irritante. Eles tentam vender algo que você não precisa e acabam roubando seu tempo. Por outro lado, se um anúncio oferece algo que você considera realmente benéfico e útil, você adoraria conhecer mais.

 Agora, o Facebook é uma corporação do mal apenas interessada em dinheiro. (Só para mencionar isso)

Mas eles sabem de onde vem esse dinheiro: dos usuários. O objetivo principal do Facebook sempre foi atrair e manter os usuários na plataforma. Manter os usuários exige constantemente envolvê-los com informações relevantes e manter informações irrelevantes fora da vista.

 Em outras palavras, o Facebook não possui incentivos para permitir aos vendedores arruinar a plataforma com anúncios de spam.

Claro, de vez em quando um anúncio spam ou post irritante passa, mas logo desaparece, a não ser que usuários suficientes se interessem por ele. Os anúncios de qualidade adequadamente direcionados têm precedência, porque são os que as pessoas tendem a clicar.

A enorme base do Facebook continua crescendo por causa do valor percebido pelos usuários, por continuamente serem presenteados com conteúdos relevantes.

 Moral – O Facebook Ads é concebido para favorecer a apresentação de anúncios relevantes e manter os irrelevantes fora da sua Newsfeed. É por isso que é tão efetivo.

Abandone os mitos – Inicie a sua campanha publicitária com uma mente fresca

Existem outros mitos, e a comunicação do Facebook sem destaque sobre novas atualizações e recursos não exatamente impede a formação de novos mitos.

A verdade é que você está perdendo uma tonelada de lucro se deixar os equívocos o manterem fora desta plataforma de publicidade. Agora, você conhece os mitos. Você pode iniciar sua viagem em anúncios do Facebook com uma mente fresca.

Ao criar sua primeira campanha no Facebook, lembre-se de associar cada conjunto de anúncios com uma página de destino otimizada para conversões.

Facebook


Jeff Bullas (20 Posts)

Jeff Bullas é formado em Comércio e Economia pela Avondale College. É consultor, instrutor, mentor e palestrante e trabalha com empresas e executivos para otimizar suas presenças online por meio do uso de canais de mídia social e outras tecnologias web e móveis.



Comentários no Facebook